“Multiplicadores do Saber” se aproxima da 14º formação de 2019

Será em Jaboatão dos Guararapes, cidade pernambucana a 18km de Recife, a 14º turma do “Multiplicadores do saber: construindo pontes”, encerrando o ciclo do programa em 2019. A formação será nos dias 13 e 14 de dezembro, na Centro Educacional Dom Bosco – Oratório. Para a participação, há uma taxa simbólica de R$ 37,00 e as inscrições podem ser realizadas clicando aqui!

O programa acolhe os profissionais da educação formal ou não-formal e pessoas que se identificam com essa metodologia, desenvolvendo e estimulando neles competências socioemocionais. São oferecidas ferramentas para que estes profissionais sejam uma ponte de propósitos e metas entre seus alunos, educandos e atendidos.

Escola quilombola de Eldorado recebeu a formação em novembro

Numa parceria do INW com o Itesp (Fundação Instituto da Terra), o Vale do Ribeira recebeu a formação presencial entre os dias 08 e 09 novembro, na Escola Estadual Maria Antonia Chules Princesa, localizada na zona rural do município de Eldorado e primeira escola quilombola do estado de São Paulo.

Estiveram presentes 23 profissionais da educação, que receberam estímulos para desenvolver sinergia com aluno, fazer a gestão do tempo, atentar à saúde em todas as suas dimensões e resgatar seus sonhos, propósitos e metas.

“O ‘Multiplicadores do Saber’ é, sobretudo, uma ferramenta de humanização, possibilitando que os valores de missão, em cada educador, sejam reconectados com mais motivação e empatia entre este e o educando. Foi uma experiência transformadora, rica em conhecimento, voltado à educação e ao desenvolvimento por meio de uma importante parceria entre o Instituto Nelson Wilians e a Fundação Itesp”, relata Andréa Prestes João, assessora especial de quilombos do Itesp.

No encerramento do encontro presencial, os profissionais são convidados a complementar a formação em uma plataforma EAD. Assim, são agregadas conhecimentos relacionados a gestão das emoções, comunicação não-violenta, transformação de hábitos, entre outros. Este conteúdo de apoio também fica disponível no livro entregue na vivência presencial.

O programa esteve também em Rondonópolis – MT

Nos dias 25 e 26 outubro, a parceria com a FALM (Fundação André e Lucia Maggi) também viabilizou esta formação de 14 profissionais na cidade de Rondonópolis, a 213km da capital mato-grossense Cuiabá.  Dentre os capacitados, incluem-se professores da rede pública de ensino municipal e estadual, psicólogos, educadores e assistente sociais.

“Estamos felizes em contribuir com um tijolinho na parede da cidadania do Brasil”, comemora William Ruiz, gerente de projetos sociais do INW. “Como professor e gestor no terceiro setor, vejo a urgência de se educar por meio de processos humanizadores, que além da técnica, desenvolvam competências socioemocionais como uma possibilidade de contribuição para a redução das desigualdades sociais e educacionais”, complementa William Ruiz. 

Tags: