INW Promove workshop sobre Direitos Trabalhistas

Em parceria com o centro de qualificação profissional, CEDESP Santa Luzia, que atua com jovens e adultos, entre 15 e 59 anos, o INW promoveu um workshop sobre Direitos Trabalhistas com os profissionais do Direito do Nelson Wilians e Advogados Associados, no Centro Social Santa Luzia, zona leste de São Paulo, no dia 21 de março de 2019.

Graças à parceria entre INW e o CEDESP Santa Luzia, uma equipe de advogados e estagiários, voluntários do INW, das áreas de Direito do Trabalho e Controladoria Jurídica, desenvolveram um material de orientação sobre a Reforma Trabalhista para os jovens que fazem o curso de Assistente Administrativo e Gestão de Recursos Humanos. O material informa quais foram as mudanças que a reforma trouxe para o Direito do Trabalho, e conhecendo seus Direitos e Deveres, poderão ter suas relações de trabalho respeitadas. 

De acordo com a definição da Organização das Nações Unidas, o “voluntário é o jovem ou o adulto que, devido a seu interesse pessoal e ao seu espírito cívico, dedica parte do seu tempo, sem remuneração alguma, a diversas formas de atividades, organizadas ou não, de bem estar social, ou outros campos”.

“Exercer o voluntariado social é ser ator social e agente de transformação, ou seja, um cidadão consciente e engajado, nas diversas realidades em situação de vulnerabilidade”, diz Anne Wilians, presidente do INW.  

“Exercer o voluntariado gera um ciclo vicioso do bem e de positividade, sobretudo, para o contexto em que vivemos de relações descartáveis e instantâneas”, diz Rodrigo Marques, voluntário, advogado e coordenador do núcleo de Direito do Trabalho do NWADV. Segundo ele, “aquele que está doando-se, na atividade voluntária, além de trocar experiências, aprende, amadurece, torna-se uma pessoa melhor e constrói um mundo melhor. O workshop realizado foi de extrema relevância. Fiquei muito feliz ao ver que todos os jovens preparam-se de forma ímpar, prestaram atenção e fizeram perguntas ótimas com fundamentos fáticos e legais”.

“Doar-se ao outro, colocando os dons a serviço, sem fins lucrativos, foi um exemplo aos alunos do Centro de Qualificação Profissional – CEDESP Santa Luzia”, diz Jean Farias, professor e gerente do CEDESP Santa Luzia. Segundo ele, “a experiência de voluntariado do INW contribuiu na formação integral dos educandos, proporcionando complemento ao currículo e experiências sólidas à própria existência. Compartilhar direitos trabalhistas com educandos, enriqueceu o currículo da profissionalização ofertada e impulsionou os alunos a inteirar-se dos seus direitos e deveres. Inseriu-os no universo trabalhista e proporcionou sistematização dos conceitos apresentados relacionando-os com as experiências do cotidiano”.

“Ser voluntário é ter uma responsabilidade no meio social, seja em sua profissão ou mesmo como cidadão”, diz Rafael Benício de Medeiros, voluntário e advogada da área de controladoria do NWADV. Segundo ele, o voluntariado é uma forma de explorar suas qualidades, ajudar ao próximo, agregar experiências únicas, compartilhar informações das quais a população desconhece e poder aplicar no seu cotidiano”.

A equipe voluntária foi formada pelos advogados Rodrigo da Costa Marques, Alik Chiaroto Borsani e Rafael Benício de Medeiros, além dos estudantes de Direito Gabriella Brandão Coelho Cardoso, Paloma Barbosa da Silva e Thiago Pastore Nunes.

Tags:

Deixe uma resposta