Comitê INW realiza primeiro Mutirão Jurídico

É com muita alegria que o Comitê INW deu início a um novo projeto: o Mutirão Jurídico.
Nosso objetivo é viabilizar o acesso à Justiça por meio de orientação jurídica para os beneficiários de organizações sociais parceiras e o público em geral.

No sábado (26/03), realizamos nossa primeira experiência no Projeto Arrastão, uma organização do bairro de Campo Limpo, na Zona Sul da cidade de São Paulo.

Para essa iniciativa, contamos com apoio de 10 voluntários do Nelson Wilians Advogados, entre advogados e advogadas, bacharéis e estudantes de direito, que doaram seu tempo e esforços para que o projeto acontecesse.

“Participar do Mutirão Jurídico foi uma experiência enriquecedora. Ser a ponte que liga a população ao conhecimento de seus direitos é emocionante. Poder estar ali, escutar com atenção e orientar cada atendido, fez com que eu me reconectasse com os valores que me motivaram a cursar direito, que é fazer a diferença na sociedade”, conta Geovana Araújo, advogada voluntária do Mutirão e Membro do Comitê INW.

“O voluntariado me ensejou oportunidades únicas, tanto pela troca de vivências ricas e criação de novos laços de amizade, quanto por poder levar acesso à justiça à comunidade, especialmente quanto a demandas muito sensíveis, como as relacionadas ao Direito de Família e Sucessões. Foi uma experiência inovadora e extremamente gratificante!”, relata Isaac Conti, advogado voluntário do Mutirão Jurídico.

Ao todo, 41 pessoas foram recebidas por nossos voluntários. Com uma linguagem acessível e objetiva, elas receberam orientação sobre direito trabalhista, penal, de família e do consumidor.

“Para nós do INW, foi muito gratificante participar dessa primeira experiência do Mutirão Jurídico ao lado dos voluntários do NWADV e do Projeto Arrastão. Que seja a primeira de muitas outras, tão potencializadores como essa”, diz Anne Wilians, fundadora e presidente do INW.

Deixe uma resposta